20 de jul de 2015

[Leitor Indica] Autor Luis Chagenller

Livro: Traições em Família
Autor: Luis Challenger
Plataforma: Wattpad
Capítulos: 15 capítulos
Status: Incompleta 

Biografia 


Vamos lá. meu nome é...bom, pulando essa parte, uso o pseudônimo "Luis Challenger", moro em Brasília, DF. Tenho vinte e poucos anos e nunca me passou pela cabeça escrever histórias. Nunca fui bom em português ou em Redação e nunca participei de concursos literários. Uma curiosidade sobre mim? Ninguém da minha família sabe que eu escrevo, por isso, o pseudônimo.
Sim, galera, ele não revelou o nome nem a foto.. Não vamos poder "xavecar" o autor!



Sinopse:


Marcus César tinha tudo. Charmoso, filho de um bem sucedido empresário, bonito e um completo canalha, principalmente com as mulheres. Um verdadeiro "Playboy" que não tinha planos para o futuro e tinha como filosofia o "Carpe Diem". 

   O relacionamento com seu pai fora abalado desde à morte de sua mãe e perdeu contato com sua irmã mais nova, Bianca, que fora para um colégio interno. Tentando de todas as formas chamar atenção do poderoso Antônio César, rouba-lhe o carro, cometendo o pior erro de sua vida.  

   Depois de cinco anos na cadeia, recebe a visita do advogado de seu pai, que lhe entrega uma carta. Era a sua única oportunidade, depois de ser abandonado por amigos e família. Irá trabalhar na empresa de seu pai, como lixeiro. Estava mais do que na hora de Marcus César ser um verdadeiro homem. 
   Achando que teria uma vida normal, descobre que está no centro de uma guerra e não sabe muito bem de quem contra quem, mas se torna um alvo a partir do momento que tem a certeza de que o querem morto. Agora, sozinho, sente-se perdido nesse caos, de traições em família.


Bom, hoje vim falar de uma história que está sendo postada no wattpad. Antes de ter a ideia de lançar o leitor indica que é a nova atração do blog, eu não lia nenhuma história da plataforma. Eu somente postada. Chama-se do que quiser, mas eu realmente não conseguia me encantar com as histórias. As ditas mais populares pelo site não enchiam os meus olhos e eu acabei por optar a não ler nenhuma história. Mas quando tive a ideia das indicações o Luis Challenger questionou sobre o fato de ser um Autor e na postagem eu acabei por colocar Autoras e não foi preconceito contra histórias de homens. Eu nem mesmo havia percebido que tinha usado a palavra Autoras, mas eu pedi que ele colocasse o link das histórias dele ali e ele sendo o primeiro a perguntar eu resolvi começar com ele.
            Eu nunca havia lido livros de autores, homens, eu li um livro do Nicholas Sparks e aprendi que eu preferia ver os filmes a ler as histórias dele. Em um mundo onde é mais dominado pelas as mulheres é raro encontrar um escritor do gênero masculino que saiba fazer com que suas histórias chamem atenção. – minha opinião – Mas então, eu comecei a ler Traições em Família do Luis e eu fiquei? Sério mesmo que tinha esse tipo de história no Wattpad e eu estava perdendo o meu tempo sem lê-las? Sim, eu estava perdendo, mas agora eu percebi que o Wattpad pode guardar grandes surpresas para a gente. Como essa.




Minha opinião sobre a História




            Traições Em Família canta s história de Marcus César, um homem que aparentemente tinha tudo na vida. É bonito, charmoso, filho de um empresário bem sucedido então, ele tinha tudo o que ele queria. Mas aparentemente ter esse tudo não era o suficiente. A história é contata pela visão de Marcus e começa com Marcus dentro da prisão, ou melhor, começamos com ele deixando a cadeia e pronto para começar uma nova vida. No meio da história Marcus nos relata momentos e situações as quais ele passou na prisão e são tão bem expressadas que você sente que o que ele passou dentro da prisão não foi legal. Marcus aparentemente sofre de ansiedade, digo isso, pois ele teve uma reação no capítulo quatro que lembram bem as crises as quais eu tinha quando ainda não sabia que sofria de ansiedade. 
  Marcus perdeu a mãe muito jovem e não posso falar muito, senão eu solto spoiler da história e essa não é a intenção. Ele tem uma irmã que nós conseguimos ver o quanto ele a ama e o quanto ele deseja tê-la de volta em sua vida. Marcus odeia o pai e isso fica claro desde o prólogo, mas a forma a qual ele fala dele, qualquer um odeia o homem. Ele nem mesmo havia aparecido na história e eu já estava desejando que ele morresse.
No capítulo nove se não me engano, temos a aparição de Fernanda, ou Felicity, como ela é conhecida no novo mundo que ela vive agora. Fernanda sempre teve sentimentos por Marcus, afinal ela era a amiga da Bianca, irmã do Marcus e aparentemente ela está ali para proteger o Marcus do seu pai, que já disse acima que odiamos logo de cara. Marcus deixa claro que sabia dos sentimentos dela, mas que havia feito uma promessa a sua irmã de nunca ir atrás dela, Fernanda. A trama é cheia de segredos, mas os pontos vão se ligando aos poucos. Como o Luis ainda não a terminou, não posso falar muito. Mas posso dizer que a história é envolvente e que a escrita também é.
Para quem quiser acompanhar logo abaixo deixarei o link do perfil dele. Mas o indica leitor tem uma parte bem legal. A parte da entrevista. Leia abaixo e conheça mais um pouco desse autor e das suas obras.

Você pode encontrar o perfil do ator aqui e suas história também. Clique aqui. Luis tem noves obras na plataforma e vale apena dar uma olhada em todas!



Entrevista


Pergunta 1: Quando você decidiu se tornar escritor?

Resposta: Aí é que está uma dúvida cruel. Eu ainda não sei se quero ser escritor. Digamos que estou me arriscando a ser um escritor amador, lendo livros sobre a arte da escrita, acompanhando vídeos no youtube com aulas e dicas de como escrever bem e por aí vai. Mas resolvi escrever porque eu lia contos eróticos e histórias muito mal escritas em alguns sites e me perguntei se eu poderia escrever melhor do que eles. Mas eu gostaria muito de viver e sobreviver como escritor.



Pergunta 2: – Você sendo um homem, você acha que o mundo literário para o sexo masculino é mais difícil do que para o feminino?


Resposta: Algumas mulheres passam por meio da escrita, sentimentos. Homens, alguns deles, escondem sentimentos, porque são homens! Mas acho que não há dificuldades, basta a pessoa escrever bem e surpreender.

Pergunta 3: Qual é o autor que você mais admira? (Não vou perguntar qual é seu favorito porque muitas pessoas possuem mais de um favorito.

Resposta: Difícil essa. Mas eu gosto muito de ler o que a escritora Martha Medeiros cria. Amo as crônicas e a inteligência dela.

Pergunta 4: - Tem alguma obra literária que lhe tocou de maneira especial? (Não vou perguntar qual é seu livro favorito pelo mesmo motivo anterior.)

Resposta: Tem e indico a leitura: “Salinger – Uma Vida” por Kenneth Slawenski. Esse livro me deixou apaixonado e com uma certa vontade de ser escritor.

Pergunta 5: Você possui algum gênero literário favorito?


Resposta: Possuía. Agora, vi que o melhor é ler de tudo um pouco, pois enriquece e me ajuda a entender certos gêneros que encantam os leitores.


Pergunta 6: Tem algum personagem de seu livro com o qual você se identifica? Se sim, por quê?


Resposta: Tenho alguns personagens que são meio “para frente”, sem medo de falar o que pensa e agir sem saber as consequências. Me identifico com eles. Mas há outros personagens que eu gostaria de ser e por isso eu os crio, meio que querendo ser assim no futuro.


Pergunta 7: Você possui algum hobby além de ler e escrever?
Resposta: Gosto de fotografar. Eu de vez em quando, pego minha mochila, garrafa d'água e minha câmera e saio pela cidade fotografando de tudo um pouco. Aproveito e conheço um pouco da cidade que eu fotografo. É relaxante, porque não tem nada programado e ainda penso sobre histórias que deveria escrever.


Pergunta 8: Em sua opinião, quais são os benefícios de se ler um livro?
 
Resposta: Nossa, tantos benefícios. Primeiro que é uma fuga da nossa realidade, que às vezes, cansa. Um bom livro relaxa nossa mente, nos afasta de problemas que ainda não temos solução. Melhora nosso forma de ver o mundo e de ver que as pessoas à nossa volta merecem nossa atenção. Melhoramos nosso senso de argumentação. Nossa forma de falar e também de escrever. Ler, sem ser obrigado, é uma terapia, assim como escrever.

Pergunta 9: Esqueci de fazer a pergunta. (risos)

Resposta:  Não tem nove. Kkkkkkkkkkk

Pergunta 10: Plataformas de publicação online e gratuitas, o que você nos diz sobre elas?

Resposta: Uma ferramenta que devemos usar com cuidado. Já havia usado outros sites, mas me apaixonei pelo wattpad, sem falar que fiz muitas amizades e me surpreendo com tantos escritores bons. Mas ao mesmo tempo, tenho receio de ter alguma história roubada ou plagiada. Deveria ter uma proteção maior. Mas claro, o wattpad não é perfeito, principalmente porque não respeita determinadas categorias e também, por toda semana passar por manutenção, às vezes provocando pânico, pois não avisam. Mas ainda assim, sou viciado pelo wattpad. Deveriam criar camisetas com a marca.



Pergunta 11: – Você pensa em algum dia publicar seus livros seja de forma independente ou com alguma editora?

Resposta: Penso em melhorar como escritor, aprender mais e mais sobre essa arte. E sim, adoraria publicar um livro, mas não de forma independente. E não procurarei editora e nem mostrarei interesse por isso. Tenho menos de cinco meses como escritor e acho que tenho um longo caminho antes de publicar alguma obra minha.

Pergunta 12: - A Internet é uma arma vantajosa para os escritores em geral, nela é comum ver parcerias entre blogs e autores. Se algum dia algum autor ou autora lhe convidar para uma possível parceria na criação de uma obra, você aceitaria o convite?

Resposta:  Com certeza, adoraria!

Pergunta 13: Se algum dia você recebesse a proposta de adaptar alguma história sua um filme como você reagiria? Você ia gostar?  E qual história você acha que renderia um bom filme?

Resposta: Eu ia morrer de medo. Não por rejeição ou alguma coisa do tipo. Mas seria uma responsabilidade do cara****. Eu tenho cinco histórias. Uma delas, “Traições em Família”, que estou escrevendo. As outras, ainda estão na minha mente, esperando para virem ao mundo.



Pergunta 14: Como é o seu contato com os seus leitores?

Resposta: Adoro quando comentam. Fico muito feliz quando elogiam ou quando simplesmente torcem pela história. Curto muito essa interação com leitores, apesar de alguns, poucos, que dá para contar nos dedos de uma mão, serem verdadeiros babacas sem educação. Mas de vez em quando, tenho vontade de mandar um leitor para um lugar muito feio.



Pergunta 15: Como autor, qual é seu maior sonho?

Resposta: Maior sonho? Ter alguns livros publicados, ser reconhecido como escritor e ganhar por isso, claro. Participar de uma Bienal (podem ser várias, adoro viajar, hehehe). E olha só, dar meu autógrafo! São vários sonhos, quem sabe um dia?


Pergunta 16: Quais são os seus próximos planos Literários? Tem algum projeto em andamento que possa revelar?

Resposta: Terminar de escrever “Traições em Família”, continuar a escrever a “Revista Insanus”, sem esquecer de escrever meus contos eróticos. Mas quero escrever um romance. Tenho uma história se formando na minha insana mente e estou lendo livros e manuais de “como escrever um romance”. O wattpad classificou “Traições em Família” como ficção geral, não concordei, mas fazer o que?


Pergunta 17: Para finalizar, você gostaria de deixar algum recado para as pessoas que estão lendo? Pode ser o que você preferir, um conselho, uma mensagem, uma dica, um poema, um sermão, um puxão de orelha, um desabafo, o que você preferir.

Resposta:  Eu quero agradecer as pessoas que me ajudam diariamente e não só as que leem o que escrevo, ou as que comentam e votam. São amigos que ganhei por causa do wattpad. Pessoas talentosas, criativas e para resumir, são os “SHIT's” (poucos entenderão, mas é um grupo de amigos do whatsapp). Agradecer também pela oportunidade de ser entrevistado, me “achei” agora um escritor e fiquei muito mais motivado a escrever. Obrigado Sunny Anjos, pela oportunidade. Abraços e boa leitura a todos.




Esse foi o nosso Primeiro Leitor Indica. Quero agradecer ao Luis por ter topado participar dessa entrevista comigo e logo, logo tem mais! Beijos


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©